Acessar o sistema

Email: Senha: Esqueci a senha!

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Primeiros passos

Nesse post irei sugerir os primeiros passos para aqueles que desejam mudar sua vida financeira, passando a ter um controle responsável e eficaz. Reservei algumas linhas para falar da importância da teoria por trás dos cálculos que fazem parte da gestão financeira, cálculos estes que o Meu Financeiro Móvel se propõe em simplificar para os seus usuários. Em seguida demonstrarei os passos necessários para começar a utilizar a ferramenta com a intenção de facilitar a iniciação do usuário que deseja controlar suas finanças.

Gerir as finanças pessoais vai muito além de calcular o que se gasta e o que se ganha, será preciso educar-se financeiramente, e para isso é necessário aprender, pelo menos o básico, sobre gestão financeira. É possível que você esteja pensando se realmente vale à pena "gastar" o seu tempo estudando sobre isso, para mostrar o quão importante é e quantas vantagens existem citarei o que o Prof. Elisson Andrade sabiamente parafraseou.
        “A clara compreensão desses conceitos diferencia uma pessoa que terá sucesso financeiro de outra que passará a vida inteira apenas trabalhando para pagar contas.”

 Aproveitando a deixa sugiro os alguns links que poderão acrescentar muito a todos que desejam ter uma vida financeira saudável.

  • Para começar, indico um vídeo onde Flávio Augusto fala da importância de uma mudança de atitude.





Se você assistiu ao vídeo e aprendeu um pouco mais com o artigo sugerido, espero que tenha despertado para as vantagens existentes e busque dar continuidade ao aprendizado, mas se por falta de tempo ou interesse não contemplou esses excelentes conteúdos, ficarei na torcida para que no futuro volte aqui e desfrute da experiência compartilhada.

A princípio toda essa mudança pode parecer radical e para muitos pode representar uma ideia de queda na qualidade de vida, pois uma melhor gestão financeira quase sempre vem acompanhada com a necessidade de poupar e/ou reservar parte da renda para possíveis eventualidades e logicamente estes valores deverão ser reduzidos de outros gastos que naquele momento podem significar maior conforto, e assim poderão ser vistos de forma negativa. Diante deste possível cenário, entendo que no princípio de um processo de reeducação financeira a redução de gastos pode ser caracterizada como um fator desmotivador. Por conta disso entendo que o iniciante pode primeiramente preocupar-se em descobrir qual a sua situação atual e então gradativamente e ao seu tempo fazer as mudanças de atitudes necessárias.

Independente do conhecimento sobre o assunto, se desejar controlar suas finanças, a primeira receita com certeza é ter disciplina, pois de nada adianta compreender todo o processo e não ter acesso aos dados que gerarão as informações necessárias para a tomada de decisão. Por isso é indicado que faça uso de ferramentas que facilitem o processo de registro e controle dos dados. E o Meu Financeiro Móvel é o instrumento que lhe permitirá contar com serviços que diminuirão sensivelmente o trabalho, fazendo com que a disciplina necessária seja direcionada para tarefas mais simples e intuitivas.
        
De qualquer modo, é preciso ter em mente que sem disciplina os resultados provavelmente não serão enxergados, entendo que o custo x benefício é bem vantajoso, sendo este pequeno esforço bastante recompensador.

Se você chegou até aqui, e está convencido que deve iniciar sua gestão financeira pessoal, sugerirei alguns pequenos passos no que diz respeito à inicialização do controle utilizando o Meu Financeiro Móvel.
  1. Antes de qualquer coisa, pare um pouco e pense sobre como atualmente você administra seus recursos, algumas perguntas o ajudarão nessa reflexão. 
    • Sei quanto tenho de dinheiro? Se sim, quanto?
    • Sei onde meu dinheiro está?
    • Tenho ideia quanto e com o que gasto?
    • Quanto recebo mensalmente? De onde vem? É fixo, variável?
    • Quais seus sonhos, quanto de recursos gostaria de ter disponível e quando, quais bens gostaria de adquirir (Dentro das suas possibilidades atuais, sem contar e nem dispensar uma possível evolução nas receitas).

  2. Feito isso, é o momento de buscar algumas informações que servirão de suporte para a inicialização de seus registros. São elas:
    • Documente quais os locais onde o seu dinheiro é movimentado, por exemplo: Contas bancárias, cofres, carteiras, cartões de crédito, em fim todos os locais onde é possível armazenar ou movimentar seu dinheiro. Estes locais serão tratados no sistema como “contas”.
    • De posse de todas as contas que você faz uso, documente agora quanto existe atualmente em cada uma delas.
    • O próximo passo será definir uma categorização ideal para seus registros, essa categorização é bastante particular e será descoberta ao pensar com o que você tem gastado e como tem recebido seu dinheiro. Por exemplo: É comum as pessoas gastarem seu dinheiro com alimentação, saúde, educação e lazer. Como também é bastante usual receber seus valores através de salários, comissões e rendimentos. 
    • Mas para chegar na categorização ideal é preciso descobrir aonde é importante saber qual valor está recebendo ou gastando com determinada categoria e quais elas.

  3. Feito os passos anteriores, você já está apto a começar a gerir suas finanças com o Meu Financeiro Móvel, clique aqui e veja como é fácil utilizar o software.
Chego ao final deste post lembrando que os assuntos abordados até aqui fazem parte de um processo de inicialização da educação financeira e como parte disso a utilização do Meu Financeiro Móvel, nos posts seguintes avançarei gradativamente em assuntos mais específicos.

Mais uma vez agradeço ao leitor pelo tempo concedido e espero ter colaborado de alguma maneira. Até a próxima.






Nenhum comentário:

Postar um comentário